Lusíada debate gerontologia social

Autor: Helder da Rocha Machado/quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011/Categorias: Notícias

Rate this article:
Sem classificação
Lusíada debate gerontologia social

"Gerontologia social: da formação à intervenção" foi o título do 2.º Seminário do Ciclo de seminários avançados subordinado ao tema "Serviço Social e Gerontologia Social", que se realizou, no dia 24 de Fevereiro, no Auditório 1 da ULL.

Os trabalhos começaram com a comunicação proferida pelos alunos do mestrado em Gerontologia Social: Dr.ª Cristina Maria Teixeira dos Santos, Dr.ª Vanda Filipa Parreira Branco Pinto e Dr. Marco Alexandre Palmeiro Canudo, intitulada "Metodologias de intervenção em Gerontologia Social em situações específicas". O grupo falou sobre o que é a Gerontologia, a importância do habitat para os seniores, o que é a demência e o impacto que esta tem no idoso, bem como a depressão que muitos padecem.

As alunas do mesmo mestrado: Dr.ª Maria Paula de Figueiredo Pombal, Dr.ª Sónia Marina Alves Pires e Dr.ª Zélia da Conceição Quintas Fructuosa abordaram o tema "Programas e planos de acção em Gerontologia Social". Durante esta comunicação, as discentes salientaram a imagem do sénior na sociedade, nos dias de hoje, e as alterações que a esta foi sofrendo em relação ao modo de ver o idoso. No entender daquelas há que criar, em cada município, planos gerontológicos para resolver os problemas da população "menos jovem".

Por último, usou da palavra a Mestre Carla Marina da Cunha Ribeirinho, com o tema "Intervenção em Gerontologia Social: desafios e complexidades". Esta especialista começou por exaltar a qualidade das apresentações proferidas pelos alunos de mestrado e frisou o facto da população idosa ser cada vez maior e a necessidade de serem criadas medidas de promoção do bem-estar dessa mesma população. Daí a importância da Gerontologia.

sítio web | fotografias

Print

Número de visualizações (514)/Comentários (0)

Tags:

Please login or register to post comments.