Laboratório da Cor recebe duas bolseiras do projecto Design+Context

Autor: Helder da Rocha Machado/quarta-feira, 28 de maio de 2014/Categorias: Notícias

Rate this article:
Sem classificação

O Laboratório da Cor (LabCOR), pertencente ao grupo de investigação "Tecnologias da Arquitectura" do Centro de Investigação em Território, Arquitectura e Design (CITAD), acolheu, este ano lectivo, duas designers italianas, Valeria Moliterno e Silvia Mondello, bolseiras do projecto Design+Context (Design for innovative products / Services for the promotion of urban environmental contexts - D+C) que desenvolveram, desde Novembro de 2013, alguns trabalhos sob a orientação da Prof.ª Doutora Pintora Maria Isabel de Matos Braz de Oliveira, coordenadora do referido Laboratório.

O projeto D+C caracteriza-se pela sua mobilidade transnacional de origem italiana, promovido pela Agência para o Desenvolvimento Territorial de Vigevano, na província de Pavia, com o objectivo de valorizar a identidade territorial da região da Lombardia. Este projecto, financiado pela União Europeia, pelo Governo italiano, pelas autoridades da Lombardia e pela Fundação Cariplo, pretende desenvolver projectos inovadores, replicáveis em contextos internacionais, que transmitam a identidade dos locais em estudo, através da exploração de diversas aplicações do design como sejam o design da comunicação, o design da cor e o design da paisagem, em áreas relacionadas com o turismo cultural e arquivos digitais. Para além deste propósito, o projecto D+C visa também a consolidação de uma rede de ligações estreitas entre as instituições académicas, os centros de pesquisa e os designers profissionais, interessados e actuantes no campo da territorialidade, a fim de facilitar o intercâmbio de conhecimentos entre as instituições de formação e a prática profissional.

Graduadas pelo Politecnico di Milano (Itália), respectivamente nas áreas de Design de Interiores e Design de Comunicação, Valeria Moliterno, de 27 anos, e Silvia Mondello, de 24 anos, são participantes de um grupo de 10 bolseiros espalhados por várias universidades europeias, nomeadamente a Universidade Lusíada de Lisboa (Laboratório da Cor - CITAD) e a Universidade da Madeira em Portugal, a University of Leeds e a University of Brighton no Reino Unido e, ainda, a Stockholm University na Suécia.

No passado dia 28 de Fevereiro, no âmbito do Seminário "Communication design for urban identity", ocorrido nesta Universidade, as designers apresentaram os seus trabalhos que se encontram, ainda, em fase de desenvolvimento. Valeria Moliterno apresentou um projecto intitulado "Design parassita: colore e tradizione per la riqualifica del paesaggio industriale", no qual procura uma valorização e requalificação perceptiva e social da paisagem industrial de Porto Brandão, partindo de uma reinterpretação gráfica dos elementos da tradição local e através da utilização da cor, propõe-se criar uma "nova pele" para os edifícios industriais que se identifique com a memória da história local. Silvia Mondello apresentou o seu projecto denominado "L’industria dimenticata: racconti condivisi per una riqualifica sociale", no qual a bolseira pretende constituir um instrumento digital de catalogação das fontes documentais e memoriais das instalações industriais abandonadas, localizadas na margem sul do Tejo (entre Cacilhas e Trafaria), a fim de poder atribuir-lhes, no presente, o papel de incubadoras do património cultural imaterial daquela região e valorizá-las nessa dimensão.

A conclusão destes projectos está prevista para Junho de 2014.

projecto Design+Context

Print

Número de visualizações (1934)/Comentários (0)

Please login or register to post comments.