AAULL promove debate sobre associativismo jovem

Autor: Ruben Moreira Rodrigues/sexta-feira, 28 de setembro de 2012/Categorias: Notícias

Rate this article:
Sem classificação
AAULL promove debate sobre associativismo jovem
"Associativismo jovem" foi o tema da conferência realizada na Universidade Lusíada de Lisboa, no dia 24 de Setembro de 2012, organizada pela Associação Académica da ULL, com o objectivo de debater os problemas com que as Associações Académicas se deparam no seu dia-a-dia, bem como as propostas efectuadas para a alteração da Lei n.º 23/2006, D.R. n.º 120, Série I-A, de 2006-06-23.

O evento reuniu intervenções de vários representantes de associações académicas, nomeadamente o Dr. Vasco Touguinha, da Universidade Lusíada de Lisboa, o Dr. Carlos Veiga, da Associação Académica de Lisboa, o Sr. Paulo Figueiredo, Presidente da Associação Académica de Évora, o Dr. Rui Novais da Silva, Presidente da Federação Nacional do Ensino Superior Particular e Cooperativo, e o Dr. André Tiago Pardal da Silva, Adjunto do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, para informar os alunos do papel e das acções que uma associação académica deve assumir, assim como o compromisso dos alunos perante esta, de forma a cumprir objectivos e satisfazer interesses de toda a comunidade estudantil.



Entre variadas abordagens ao associativismo, o Dr. Vasco Touguinha e o Dr. Carlos Veiga partilharam da opinião que se tem vindo a constatar o desinteresse generalizado pelas actividades promovidas pelas associações académicas a nível interno, ou seja, o fraco interesse que os alunos têm manifestado pelas conferências, debates e outros eventos organizados pelas associações académicas de Lisboa. Por outro lado, salientaram que as festas, os arraiais e as actividades desportivas são aquelas onde se verifica uma forte participação dos alunos, embora, no que se refere ao desporto, existam ainda muitas dificuldades e poucos apoios do Estado para a realização desta actividade que constitui um direito para todos os alunos.

Foi ainda realçado pelo Dr. Carlos Veiga, o esforço, muitas vezes não reconhecido, das associações académicas para satisfazer os interesses dos estudantes em todos os âmbitos curriculares, e o desejo de sensibilizar e motivar os mesmos a pertencer a uma associação, bem como benefícios que poderão advir desta prática. "Quem está no associativismo é beneficiado no mercado de trabalho", reforça o dirigente associativo.

Seguiu-se o Sr. Paulo Figueiredo, que explicou o funcionamento da Associação Académica da Universidade de Évora, descrevendo a sua composição hierárquica, a organização funcional e as actividades que são desenvolvidas pela mesma. O orador consolidou, também, as preocupações anteriormente manifestadas e referiu que "[...] tem havido um esforço para mostrar que a intervenção política e a intervenção diária na universidade é aquilo que a associação académica melhor e mais pode e deve fazer pelos alunos".



O Sr. Rui Novais deu uma visão do que é a Federação Nacional do Ensino Superior Particular e Cooperativo, da qual é Presidente, referindo que a esta foi constituída em 1997 pelas Associações de Estudantes do Ensino Privado que criaram uma Assembleia Constituinte para ligar as Associações Académicas, com o objectivo de defender os direitos dos estudantes do ensino privado. Foi, também, revelada a intenção da Federação em debater as políticas educativas, a preocupação com acção social e a defesa, na generalidade, dos interesses dos estudantes.

O Adjunto do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Dr. André Tiago Pardal da Silva, referiu que o associativismo, quer  juvenil, estudantil, social ou cultural,  "[...] é uma das formas mais democráticas de participação que existe no país e na sociedade em geral, e constitui, para o governo, uma das principais prioridades no que se refere ao estímulo de qualquer forma de associativismo na área da juventude".

Relativamente à revisão da Lei n.º 23/2006, D.R. n.º 120, Série I-A, de 2006-06-23, que regula o regime jurídico do associativismo jovem, todos os oradores debateram e manifestaram as suas opiniões sobre as alterações no tocante aos direitos e deveres dos dirigentes associativos e respectivas associações.
Print

Número de visualizações (853)/Comentários (0)

Tags:
Ruben Moreira Rodrigues
Ruben Moreira Rodrigues>

Ruben Moreira Rodrigues

Other posts by Ruben Moreira Rodrigues

Please login or register to post comments.