Licenciatura em Jazz e Música Moderna: candidatura e prova de aferição.

Autor: Rita Neto Marques/sexta-feira, 26 de março de 2021/Categorias: Notícias, FAA

Rate this article:
5.0

Em Portugal, a área do Jazz e Música Moderna apresenta-se em clara expansão, contando com um crescente número de músicos e eventos performativos a ela associados. Contudo, este meio apresenta um défice em termos de formação universitária.

Nesse sentido, a licenciatura em Jazz e Música Moderna vem colmatar as necessidades existentes na formação de licenciados nesta área. Com efeito, são inúmeros os sectores onde existe empregabilidade, nomeadamente em torno da indústria musical e do ensino da música. Este curso procura, ainda, objectivar-se na concessão de uma formação que permita ao futuro licenciado frequentar outros ciclos de estudos, de modo a que este possa vir a aprofundar os conhecimentos teóricos e práticos nesta área, assim como desempenhar funções de docência em instituições de ensino público e privado.

A Universidade Lusíada é membro associado da International Association of Schools of Jazz (IASJ), uma associação que tem como objectivo promover o estabelecimento e ampliação de uma rede de escolas  para fomentar o intercâmbio de alunos e professores.

Tendo em conta que o ensino superior de música funciona como um vínculo entre estudo e vida profissional, a licenciatura da Universidade Lusíada prepara os estudantes para integrarem o seu conhecimento e prática em experiência profissional através de masterclasses com especialistas nacionais e internacionais. Estas iniciativas, constantes ao longo do ano lectivo, são focadas em questões temáticas e prioridades estratégicas que permitem aos alunos desenvolver práticas eficazes, fornecendo-lhes a possibilidade de melhorar o seu talento com professores e profissionais qualificados.


Ilustração 1 – Vídeo promocional da licenciatura em Jazz e Música Moderna (© Fundação Minerva, 2019).


O Coro de Jazz da Lusíada, constituído em 2017, tem vindo, igualmente, a desempenhar um papel importante no ensino da música. A voz é um instrumento único e, independentemente do género musical - jazz, pop, folk ou 'clássica', cantar em coro é uma maneira de ligar os estudantes e fazer sobressair as características dos diferentes estilos de música.

O 1.º ciclo de estudos conducente à atribuição do grau de licenciado em Jazz e Música Moderna tem como objectivo dotar o estudante de um conjunto de competências genéricas na área específica do curso, com a finalidade de formar profissionais capazes de analisar, conceber, implementar e gerir projectos ao nível do Jazz e da Música Moderna, utilizando novas competências e metodologias adquiridas na sua formação. Deste modo, esta licenciatura irá preparar instrumentistas, críticos musicais, compositores e professores especializados na área do Jazz, da Música Moderna e da Música Ligeira. O ecletismo dos estudantes de música da Universidade Lusíada é uma das características principais, deixando-os preparados para receber e explorar diferentes universos sonoros contemporâneos.

O corpo docente desta licenciatura está representado por alguns dos mais proeminentes músicos nacionais com carreiras ligadas principalmente ao Jazz, mas com colaborações extensivas a outros artistas de diferentes áreas musicais. A licenciatura em Jazz e Música Moderna tem a coordenação do Prof. Doutor Massimo Cavalli, que é também docente das unidades curriculares de "Baixo Eléctrico", "Contrabaixo", "Classe de Conjunto", "Improvisação Avançada", "Recital" e "Introdução ao Estudo de Música Popular". Eis a composição do corpo docente (área científica de Música):

  • Alexandre Diniz — Professor das unidades curriculares de "Piano" e "Classe de Conjunto";
  • Desidério Lázaro — Professor das unidades curriculares de "Saxofone", "Classe de Conjunto" e "Improvisação Avançada";
  • Joana Machado — Professora das unidades curriculares de "Voz", "Formação Auditiva" e "Classe de Conjunto";
  • Jorge Moniz — Professor das unidades curriculares de "Bateria" e "História do Jazz";
  • Mário Delgado — Professor da unidade curricular de "Guitarra";
  • Moisés Fernandes — Professor das unidades curriculares de "Trompete" e "Classe de Conjunto";
  • Nuno Costa — Professor da unidade curricular de "Guitarra";
  • Pedro Duarte Pestana — Professor das unidades curriculares de "Introdução ao Estudo do Som" e "Técnicas Áudio";
  • Rui Cabral Lopes — Professor das unidades curriculares de "Culturas Musicais do Mundo" e "História da Música Ocidental";
  • Vasco Mendonça — Professor das unidades curriculares de "Harmonia", "Formação Auditiva", "Coro de Jazz" e "Composição e Arranjo".


Ilustração 2 – Lusíada Jazz Fest — 24 e 25 de Junho de 2019 (© Fundação Minerva • Jorge Lopes Carvalho, 2019).


A candidatura aos concursos institucionais para a matrícula e inscrição no 1.º ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado em Jazz e Música Moderna apresenta os seguintes requisitos:

  • Após a apresentação da candidatura, o candidato realizará uma prova de aferição, que será avaliada individualmente por júri, composto pelo menos por dois professores, quanto às suas atitudes e aptidões musicais, competências instrumentais e aos conhecimentos básicos a nível harmónico, rítmico, de leitura e repertório. A candidatura será apreciada após serem conhecidos os resultados da prova de aferição, podendo a decisão da sua aprovação ser acompanhada de recomendações, aos candidatos, de melhoria da sua formação de base.
  • Prova de aferição (conteúdos e procedimentos):
  1. Os prazos das provas de aferição para o acesso à licenciatura em Jazz e Música Moderna decorrerão entre os dias 16 de Abril e 30 de Setembro de 2021.
  2. O candidato poderá optar pela realização da prova de aferição por meio de envio da performance em vídeo, seguida de entrevista por videoconferência a decorrer depois da apreciação dos vídeos por parte do júri. A entrevista será marcada posteriormente a esta apreciação.
  3. Caso a pandemia o permita, e o candidato assim o entenda, as provas poderão realizar-se presencialmente, respeitando os prazos de candidatura para o ano lectivo de 2021/2022.
  4. Para os candidatos que optarem pelo envio da performance em vídeo:
    1. A prova de aferição implica o envio, para avaliação, de gravações em vídeo da actuação dos candidatos, bem como a realização de uma entrevista por videoconferência;
    2. As gravações deverão conter a interpretação de três peças contrastantes (com andamentos e/ou ritmos diferentes) do cancioneiro norte-americano (standards) ou três peças contrastantes (com andamentos e/ou ritmos diferentes) de música moderna, à escolha do candidato, sendo que não deverão ser editadas. A gravação deverá ser recente e recomenda-se a garantia da qualidade de imagem e som;
    3. As hiperligações para download dos ficheiros das gravações, via Dropbox, WeTransfer ou outros, deverão ser enviadas para o endereço electrónico "massimocavalli@lis.ulusiada.pt", a partir do dia 16 de Abril de 2021, até às 23H59 do dia 30 de Setembro de 2021;
    4. Os resultados serão afixados nas datas institucionalmente definidas.
  5. Para todos os candidatos (provas presenciais e envio da prova em vídeo):
    1. Os candidatos para vagas de voz poderão escolher temas com ou sem letra;
    2. Os candidatos para vagas de bateria deverão mostrar bons conhecimentos sobre rudimentos, swing, ritmos latinos e bossa nova;
    3. As três peças poderão ser interpretadas a solo (melodia, improvisação e acompanhamento) ou utilizando uma base musical (play-along, CD áudio, leitor mp3 ou outro).

página web do curso | ingresso | maiores de 23 anos | candidaturas onlineprémio de mérito | protocolos
Print

Número de visualizações (518)/Comentários (0)

Rita Neto Marques
Rita Neto Marques>

Rita Neto Marques

Other posts by Rita Neto Marques

Please login or register to post comments.