7.as Jornadas ISSSL-UL | Dia da Gerontologia dedicadas à população idosa em tempos de Covid-19.

Autor: Rita Neto Marques/sexta-feira, 8 de janeiro de 2021/Categorias: Notícias, ISSSL

Rate this article:
Sem classificação

As 7.as Jornadas ISSSL-UL | Dia da Gerontologia, realizadas no dia 6 de Janeiro de 2021, em formato on-line, e consagradas ao tema "Trabalhar com população idosa em tempos da Covid-19: problemas, necessidades e boas-práticas", contaram com a organização do Prof. Doutor Duarte Gonçalo Rei Vilar, director do Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa (ISSSL), da Universidade Lusíada, e coordenador do Centro Lusíada de Investigação em Serviço Social e Intervenção Social (CLISSIS), bem como da Prof.ª Doutora Maria Júlia Faria Cardoso, docente do ISSSL, investigadora integrada do CLISSIS e Presidente da Direcção da Associação dos Profissionais de Serviço Social (APSS).

Na sequência da pandemia, de entre todos os grupos populacionais, os idosos têm sido dos grupos mais fortemente afectados, por um lado, pelo contágio e mortalidade e, por outro, pelas restrições nas suas relações interpessoais e consequente diminuição da sua qualidade de vida. 

Neste evento, que contou com mais de 100 participantes on-line, regista-se a presença de organizações muito relevantes nas respostas sociais à população idosa, em Portugal, tais como a Federação das Instituições de Terceira Idade (FITI), a União Distrital das IPSS – Lisboa (UDIPSS), a Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a Associação Amigos da Grande Idade – Inovação e Desenvolvimento (AAGI-ID), que abordaram as dificuldades, mas também a capacidade de inovação e a criatividade nas respostas dadas a situações tremendamente adversas.

O evento assumiu, ainda, uma dimensão internacional, através da participação do Doutor Jiří Horecký, da Federation of European Social Employers, que apresentou uma perspectiva comparada a nível da União Europeia (UE), e da Prof.ª Doutora Marisa Accioly, da Universidade de São Paulo, que apresentou as respostas das instituições que trabalham com a população idosa no Brasil.

Foi, assim, possível debater as debilidades e insuficiências das políticas públicas nesta área do envelhecimento, quer no contexto nacional, quer numa dimensão comparativa com os países membros da UE e com o Brasil, e que se refletiram nas dificuldades sentidas pelas instituições que estão no terreno a trabalhar com a população idosa, face à pandemia da Covid-19.


página web | calendário | fotogaleria
Print

Número de visualizações (83)/Comentários (0)

Tags:
Rita Neto Marques
Rita Neto Marques>

Rita Neto Marques

Other posts by Rita Neto Marques

Please login or register to post comments.