Vice-Presidente da Comissão Política Nacional do PSD fala sobre a social-democracia.

Autor: Jorge Carvalho/quarta-feira, 17 de junho de 2020/Categorias: Notícias, FD

Rate this article:
Sem classificação
O Prof. Doutor David Justino, Vice-Presidente da Comissão Política Nacional do PSD - Partido Social Democrata, participou, no dia 4 de Junho de 2020, na quinta sessão do ciclo de videoconferências dedicado ao tema "As ideias políticas: passado, presente e futuro", numa iniciativa organizada pelo Prof. Doutor Manuel Monteiro, inserida no âmbito da unidade curricular de "Ideias políticas no mundo Ocidental", do 1.º ano da licenciatura em Relações Internacionais.

A sessão on-line protagonizada pelo político, que também é Professor Catedrático no Departamento de Sociologia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e foi Ministro da Educação no XV Governo Constitucional (2002-2004), submeteu-se ao tema da "Social-democracia", e nela participaram, entre outros, os estudantes da Universidade Lusíada e da Universidade Lusíada - Norte (Porto), que frequentam a referida unidade curricular.

O convidado iniciou a prelecção com a abordagem da genealogia do pensamento social-democrata e dos paradigmas políticos que directa ou indirectamente influenciaram a evolução do conceito social de social-democracia ao longo das décadas. O orador começou, assim, por identificar a sua origem ideológica no socialismo de Karl Marx, de onde derivou em finais do século XIX, quando alguns partidos se dissociaram da sustentação marxista e assumiram uma orientação política própria, de transformação e de reforma da sociedade.

HTML5 Vídeo Ilustração — Videoconferência com o Prof. Doutor David Justino (Microsoft Teams, 2020).

O político salientou, então, o papel do escritor e teórico político alemão Eduard Bernstein, posteriormente líder do principal partido de referência do movimento social-democrata, o Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD). Bernstein, explicou o orador, fez uma revisão das ideias de Karl Marx sobre a transição do capitalismo para o socialismo, não pela via revolucionária, mas acreditando que o socialismo deveria ser alcançado através de reformas pacíficas graduais e dentro de um sistema capitalista com a intervenção do Estado na protecção social do trabalhador e não como detentor exclusivo da propriedade e do capital.

Esta tentativa de realizar uma reforma gradual do capitalismo - modelo liberal de economia que se tornou forte no Ocidente após a Revolução Industrial - conseguida através das instituições da democracia liberal, confluiu em seguida para a fundação do Estado-Providência que continha os pilares da social-democracia, tais como a liberdade, a propriedade privada, a protecção social e a distribuição da riqueza. A estes aspectos foram, ainda, adicionados alguns dos valores da doutrina social da Igreja, como por exemplo, a ideia de igualdade entre cidadãos e o reconhecimento da existência livre e criadora do indivíduo.

A concluir, o Professor debruçou-se, então, sobre a actualidade nacional, apontando algumas das características da social-democracia e dos sociais-democratas de hoje. Segundo o orador, coexistem em Portugal, entre os elementos do partido que representa, integrantes do liberalismo clássico e representantes da tradição social-democrata, ou seja, os que defendem a libertação do cidadão da acção do Estado e os que privilegiam a difusão de ingerência do mesmo. O ponto de ruptura entre estes dois modelos distingue-se pela abordagem à dicotomia liberdade versus igualdade, reforçou.

O Prof. Doutor David Justino deu, ainda, grande destaque à importância do Dr. Francisco de Sá Carneiro (1934-1980), não apenas pela fundação do 
Partido Social Democrata, em 1976, mas por ser reconhecido como o ideólogo do partido, pelo combate na formação da sua identidade e pela luta contra as convenções pré-estabelecidas, às vezes, mesmo contra a linha do partido em determinados momentos.

Depois desta exposição, presenciada essencialmente por estudantes das licenciaturas em Relações Internacionais e Direito da Universidade Lusíada e da Universidade Lusíada - Norte (Porto), o político foi interpelado para esclarecimento de dúvidas acerca dos assuntos que abordou durante as quase 2 horas de duração da videoconferência.

página web | calendário | fotogaleria
Print

Número de visualizações (193)/Comentários (0)

Jorge Carvalho
Jorge Carvalho>

Jorge Carvalho

Other posts by Jorge Carvalho

Please login or register to post comments.