Bibliotecas das Universidades Lusíada reabrem a 11 de Maio de 2020.

Autor: Rita Neto Marques/sexta-feira, 8 de maio de 2020/Categorias: Notícias

Rate this article:
4.5

No seguimento do Plano de Desconfinamento aprovado pelo Governo, as Bibliotecas das Universidades Lusíada irão reabrir ao público no dia 11 de Maio de 2020.

A abertura terá, naturalmente, alguns condicionamentos, que se prendem com limitações no acesso, na circulação e nos serviços que serão disponibilizados, indo, assim, ao encontro das directrizes preconizadas pela Direcção-Geral da Saúde.

Neste sentido, as Bibliotecas Lusíada irão retomar a sua actividade em duas fases:

Fases Serviços Acesso Datas Horários
1 Empréstimo domiciliário de obras;
Reprodução de documentos: digitalização de artigos e/ou partes de livros (a realizar pelos Serviços).
Marcação prévia por e-mail 11 a 31 de Maio de 2020  10H00 17H00
2 Empréstimo domiciliário de obras;
Leitura presencial de documentos;
Reprodução de documentos.
Marcação prévia por e-mail 1 de Junho a 31 de Julho de 2020 10H00 17H00

Em ambas as fases, os utilizadores deverão fazer uma marcação prévia por e-mail, indicando o seu pedido, a fim de a respectiva Biblioteca poder responder, posteriormente, ao mesmo de forma célere:

  • Universidade Lusíada – Lisboa [Mediateca]: mediateca@lis.ulusiada.pt;
  • Universidade Lusíada – Norte (Porto) [Biblioteca]: biblio@por.ulusiada.pt;
  • Universidade Lusíada – Norte (V.N. Famalicão) [Biblioteca]: biblio@fam.ulusiada.pt.

Os utilizadores deverão, também, considerar as orientações relativas à protecção individual (vide ilustração 1), designadamente:

  • Usar sempre máscara;
  • Respeitar o distanciamento social;
  • Cumprir a etiqueta respiratória;
  • Manter a higiene das mãos;
  • Respeitar as barreiras físicas existentes dentro dos espaços das Bibliotecas.

Os técnicos das Bibliotecas usarão sempre máscara e luvas e as instalações serão alvo de higienização regular.



Ilustração 1  Cartaz referente ao processo de empréstimo domiciliário.


Sempre que os utilizadores devolverem os documentos, estes cumprirão um período de quarentena e serão higienizados, de modo a poderem ser requisitados novamente (vide ilustração 2).



Ilustração 2 – Cartaz referente ao circuito dos documentos após devolução.

Esta reabertura condicionada pretende garantir, assim, o restabelecimento das Bibliotecas em segurança, tendo em vista a saúde e o bem-estar de todos, bem como a qualidade dos serviços.


Comunicado do Conselho de Administração da Fundação Minerva e do Reitor das Universidades Lusíada

Print

Número de visualizações (593)/Comentários (0)

Rita Neto Marques
Rita Neto Marques>

Rita Neto Marques

Other posts by Rita Neto Marques

Please login or register to post comments.