Mobilidade extracomunitária: candidaturas abertas para bolsas ibero-americanas Santander Universidades.

Autor: Helder da Rocha Machado/quinta-feira, 9 de janeiro de 2020/Categorias: Notícias

Rate this article:
Sem classificação

Estão abertas as candidaturas, entre os dias 13 de Janeiro a 20 de Fevereiro de 2020, para as bolsas ibero-americanas Santander Universidades (ano lectivo de 2020/2021).

O interesse e a aposta das Universidades Lusíada na mobilidade de estudantes constitui um dos principais objectivos da sua estratégia de desenvolvimento. Para isso, tem promovido a criação de acordos com diversas universidades, permitindo aos seus alunos efectuarem um período de estudo no estrangeiro.

Estes programas de intercâmbio são academicamente reconhecidos através dos mecanismos legais previstos e o aluno que concorrer estará também a candidatar-se a duas bolsas ibero-americanas Santander Universidades. Para as bolsas será dada prioridade aos estudantes que já beneficiam de uma bolsa da Direcção-Geral do Ensino Superior (DGES).

1. Como se processa a candidatura?
  • A candidatura realiza-se mediante o preenchimento de um formulário online, entre os dias 13 de Janeiro e 20 de Fevereiro de 2020, tendo em conta as universidades parceiras (sublinhadas a amarelo);
  • Durante o preenchimento do formulário, o estudante deve escolher a universidade parceira.
2. Quem pode candidatar-se e em que condições?
  • Podem candidatar-se a uma vaga os alunos das Universidades Lusíada que frequentem qualquer um dos cursos aí ministrados com correspondência nas universidades parceiras, no Brasil e em Espanha.
3. Quais são os critérios de elegibilidade?
Os alunos que concorram a uma bolsa Santander são seleccionados, tendo em conta as seguintes prioridades:
  • Frequentar o ano curricular mais avançado do ciclo de estudos em referência, sendo que se dará prioridade aos alunos que tenham completado 50% dos créditos do seu curso;
  • Ter um menor número de unidades curriculares em atraso (de preferência, não possuir unidades curriculares em atraso);
  • Possuir a média mais elevada das classificações obtidas no ano lectivo imediatamente anterior.
No caso de algum dos candidatos ter unidades curriculares em atraso, a candidatura fica sujeita a parecer favorável do Coordenador Institucional e do Coordenador do Gabinete de Mobilidade.

Não se podem matricular alunos que, por alguma situação, no ano lectivo de 2020/2021, fiquem no 1.º ano da licenciatura.

O aluno que contratualiza uma mobilidade com a sua Universidade e beneficiar de uma bolsa Santander, no valor de 2.300,00 €, e não faça um número de unidades curriculares igual ou superior a 50%, terá de devolver a sua bolsa.

4. Onde se poderá obter mais informações?

Para mais esclarecimentos, os interessados podem dirigir-se ao Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade Internacional, em Lisboa ou no Porto, tendo em conta os seguintes contactos:

Prof. Doutor João Castro Fernandes
Universidade Lusíada - Edifício M
Rua da Junqueira, 188-198
1349-001 Lisboa
Telefone: +351 213 611 548
E-mail: jpcf@lis.ulusiada.pt

Dr.ª Susana Ferreira
Universidade Lusíada - Norte (Porto)
Rua Dr. Lopo de Carvalho
4369-006 Porto
Telefone: +351 225 570 875
E-mail: erasmus@por.ulusiada.pt

No ano lectivo de 2020/2021, os alunos em mobilidade terão um desconto de 10% sobre o valor da respectiva propina.


sítio web | candidaturas | descrição da bolsa |
universidades parceiras - bolsas ibero-americanas Santander Universidades

Print

Número de visualizações (758)/Comentários (0)

Mais endereços

Please login or register to post comments.