Lusíada organiza conferência com o Arqt. Alberto Campo Baeza.

Autor: Jorge Carvalho/quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019/Categorias: Notícias, FAA

Rate this article:
Sem classificação

Na sequência da exposição "O processo: 12 casas de Alberto Campo Baeza, 12 casas para Alberto Campo Baeza", que resulta  duma colaboração entre os estudantes de arquitectura e a obra deste Arquitecto, realizou-se, no dia 31 de Janeiro de 2019, o último acto desta parceria com uma conferência na Central Tejo [Museu da Electricidade], onde estiveram o Arquitecto Alberto Campo Baeza, o Artista Carlos Nogueira e o Arqt. João Quintela.

No palco, a moderar a conferência, esteve o Prof. Doutor Arqt. Fernando Manuel Domingues Hipólito, coordenador desta iniciativa, para a qual também participaram o Prof. Doutor Arqt. Bernardo d'Orey Manoel e a Prof.ª Doutora Arqt.ª Helena Cristina Caeiro Botelho, que assegurou a curadoria da exposição patente ao público até ao dia 4 de Fevereiro.




Pormenor da assistência. (Fotografia de Jorge Carvalho, 2019)

O Arqt. João Quintela procedeu à abertura do evento, onde fez uma apresentação dos convidados, seguindo-se o artista plástico Carlos Nogueira que falou e mostrou alguns dos seus trabalhos mais emblemáticos, nas áreas da escultura, da pintura, do desenho, da instalação e da performance.

A última parte da conferência, que esgotou por completo o espaço da Sala das Máquinas da Central Tejo, esteve entregue às palavras de Alberto Campo Baeza que apresentou uma parte da sua obra projectada e construída. Na sequência da sua palestra, Campo Baeza foi destacando a importância da gravidade que constrói o espaço e da luz que constrói o tempo.

página web | calendário | fotogaleria
Print

Número de visualizações (368)/Comentários (0)

Jorge Carvalho
Jorge Carvalho>

Jorge Carvalho

Other posts by Jorge Carvalho

Please login or register to post comments.