Revista Portuguesa de Musicologia publica recensão do Professor Massimo Cavalli.

Autor: Jorge Carvalho/terça-feira, 31 de julho de 2018/Categorias: Notícias, FCHS

Rate this article:
Sem classificação
A Revista Portuguesa de Musicologia publicou, no v. 4, n. 2 (2017), uma recensão do Prof. Doutor Massimo Cavalli, coordenador da licenciatura em Jazz e Música Moderna, sobre o trabalho discográfico do contrabaixista António Augusto Aguiar, intitulado "Contratemporâneo ao vivo", editado em 2014 pelo Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade (Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto) e pelo ESMAE (Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto).

No seu texto, o Professor Massimo Cavalli refere que "apesar das diferentes condições de gravação que ressaltam da audição do CD, esta coletânea demonstra todo o ecletismo e o domínio técnico instrumental de António Augusto Aguiar. O ouvinte é projetado para uma sala de concerto virtual onde o que acontece durante a performance fica gravado de forma indelével para ser ouvido posteriormente" (2017, p. 352).

António Augusto Aguiar, doutorado em Música pela Universidade de Aveiro com o tema "Forma e memória na improvisação", é presidente da Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo (ESMAE) e solista do grupo de música Remix Ensemble, desde a sua fundação em 2000, e já gravou mais de uma dezena de álbuns. Presentemente, é considerado um dos nomes mais marcantes da música contemporânea para contrabaixo.

O trabalho fonográfico "Contratemporâneo ao vivo" é composto por cinco peças, quatro das quais têm o contrabaixo como protagonista principal e contém composições de Rebecca Saunders, Jorge Peixinho e do próprio.

texto da recensão
Print

Número de visualizações (1230)/Comentários (0)

Jorge Carvalho
Jorge Carvalho>

Jorge Carvalho

Other posts by Jorge Carvalho

Please login or register to post comments.